Códigos SVG












SÉRIE - Como melhorar a fertilidade durante a Quarentena? - NOSSA MENTE

Existem diversos trabalhos científicos que mostram que o estresse afeta as taxas de sucesso do tratamento com reprodução assistida. E como falamos no texto anterior, o estresse tem aumentado significativamente durante o período da pandemia. Além disso, não podemos esquecer que ansiedade já faz parte do pacote que qualquer casal que tem dificuldade para engravidar.

Sendo assim, o que tentamos fazer é minimizar o estresse emocional do casal. A primeira medida é fornecer o conhecimento correto. Mas como assim? Na verdade uma condução inicial adequada, em que se investiga e individualiza cada casal, buscando entender a razão da dificuldade e a solução mais adequada para cada um, e explicando isso com muito cuidado para os pacientes, já costuma diminuir significativamente o seu estresse. E durante o período da quarentena, podemos iniciar esse processo de forma online para que o casal se sinta mais seguro.

Como mencionei no blog anterior, as especialistas da Sociedade Americana de Reprodução também dão algumas dicas práticas para aliviar o estresse. Elas mencionam a importância de reconstruir os pensamentos negativos e transformá-los em positivos, criar alguns limites para se proteger do estresse que nos cerca (especialmente o excesso de informações) e até ensinam técnicas de respiração que podem ajudar no relaxamento psíquico (assista ao vídeo explicativo).

Mais uma vez quero reforçar que ansiedade e estresse acompanham praticamente todos os casais subférteis, especialmente a mulher, e que ninguém deve se sentir culpado por carregar esses sentimentos. Mas na medida do possível, tentamos diminuir essa carga que acompanha os nossos casais.

Quem desejar saber um pouco mais a respeito, assista ao vídeo explicativo ou entre em contato conosco!
 

Envie-nos sua mensagem

Dúvidas? Entre em contato! Preencha os campos abaixo! Logo retornaremos!