Códigos SVG












OUTUBRO ROSA – Conscientização sobre FERTILIDADE no Câncer de Mama

    Um estudo realizado em uma praça de São Paulo no mês do outubro rosa de 2013 com pessoas que passeavam por lá mostrou que apenas 34% sabiam que boa parte dos tratamentos para câncer de mama levam a infertilidade e apenas 22% sabiam que havia opções de preservação da fertilidade. Isso é muito pouco... E não é só no Brasil, a falta de informação acontece no mundo inteiro.

    Além disso, o mais preocupante é que mesmo pacientes que recebem o diagnóstico de câncer, muitas vezes não têm acesso à informação sobre oncofertilidade, ou seja, a preservação da fertilidade no tratamento do câncer de mama. Estudos em países de primeiro mundo mostram que menos de 30% das pacientes em idade fértil com diagnóstico de câncer consultam com especialistas em reprodução.

    Como comentei no texto anterior, as técnicas que utilizamos para preservar a fertilidade são o congelamento de óvulos ou embriões. Para que possamos realizar a coleta de óvulos, induzimos a ovulação com hormônios que ajudam o ovário a nos dar o seu máximo durante o tratamento. Muitas pacientes têm medo de usar hormônios por conta da doença, mas hoje fazemos o uso de uma forma mais segura e por um período bem curto.

    Volto a afirmar que a nossa ideia é a conscientização em relação à possibilidade de preservar a fertilidade das mulheres jovens sem filhos (ou com filhos que desejam aumentar a família mais para frente), isso não é de forma nenhuma uma obrigação. O que é compulsório na preservação da fertilidade é a informação, as pacientes saberem que podem acessar essa técnica. E estamos aqui para ajudar, de uma forma humanizada, individualizada e com muito carinho, as pacientes que estão passando por uma fase tão desafiadora de suas vidas.

    Quem desejar saber um pouco mais a respeito, assista ao vídeo explicativo ou entre em contato conosco!

Envie-nos sua mensagem

Dúvidas? Entre em contato! Preencha os campos abaixo! Logo retornaremos!