Códigos SVG












Como saber se tenho Endometriose?

Semana passada começamos a falar sobre a importância de tornar cada vez mais conhecida a existência desta doença. Hoje vamos falar de como realizar o seu diagnóstico, focando na área de Reprodução Humana.

Os artigos falam que até 50% das mulheres com dificuldade para engravidar tem diagnóstico de endometriose. Acreditamos que o percentual possa ser até maior. E como o fato de ter ou não a doença pode impactar nas formas de tratamento que oferecemos, buscamos o diagnóstico em todos os casais que nos procuram aqui na clínica.

O diagnóstico pode ser clínico, ou seja, quando a doença pode ser detectada no exame físico. Além disso, existem alguns exames de sangue que podem nos ajudar, mas que sozinhos falham bastante. E por fim, exames de imagem e cirurgia são os mais utilizados para realização do seu diagnóstico.

A cirurgia era muito utilizada antigamente, no caso a videolaparoscopia diagnóstica. Hoje, não costuma mais ser utilizada para diagnóstico, mas para tratamento quando indicado. E a “menina dos nossos olhos” está no avanço dos exames de imagem, tanto a ressonância nuclear magnética como o ultrassom transvaginal, que quando realizados por especialistas, nos diz se há doença e o grau de profundidade da mesma.

Sendo assim, atualmente, com a possibilidade de utilização de exames não invasivos, relativamente simples de serem realizados, acabamos fazendo muito mais diagnósticos do que há alguns anos atrás. Além de possibilitar a muitos casais um melhor entendimento do porque da gravidez não estar acontecendo, nos ajuda nas formas de tratamento, se tornando hoje essencial em nossa prática aqui na clínica.

Saiba mais através deste vídeo!

Inscreva-se em nossa Newsletter

Receba em seu e-mail nossos materiais

Envie-nos sua mensagem

Dúvidas? Entre em contato! Preencha os campos abaixo! Logo retornaremos!

Você precisa aceitar a Política de Privacidade

Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços, personalizar publicidade e recomendar conteúdo de seu interesse. Para mais informações, incluindo como configurar as permissões dos cookies, consulte a nossa nova Política de Privacidade.

Entendi e Fechar